3 dicas para melhorar sua escrita

Tempo de leitura: 3 minutos

A coisa que mais me pedem nas palestras são dicas de escrita criativa. Elas existem aos montes e variam de escritor para escritor.

Vou listar 3 delas, tentando não ser clichê, porque tem algumas que nem deveriam ser dadas como “dicas”, pois são pilares indiscutíveis do ofício. Por exemplo: “para se escrever bem você deve ler muito”.

Dizer isso para um pretenso escritor seria o mesmo que dizer: “para viver você precisa respirar”. Mas tudo bem, de qualquer maneira acabei citando, então, você não tem desculpas para dizer que não sabia disso. Vamos à primeira dica:

1) Grife seus livros se for preciso

Um escritor deve ser acima de tudo um estudioso do texto literário. E a verdade é que muitas pessoas não conseguem estudar sem grifar trechos de um livro, fazer anotações nas laterais das folhas, marcar páginas com post-it. Eu sou uma delas.

Infelizmente, o politicamente correto que assaltou o mercado literário também chegou aos leitores. Muitos acham bonito ir para as redes sociais dizer que é um crime riscar um livro, mas eu estou aqui para te dizer: NÃO É.

Mesmo se você não fosse um escritor, não é um crime usar um marcador colorido e grifar uma passagem que o emocionou. Se tiver estudando o texto e achar interessante marcar algo para que se fique logo à vista quando pegar o livro, faça. E faça logo, porque, certamente, você vai ler muitas outras histórias e não será capaz de guardar tudo na memória. Marcações o ajudarão a encontrar o que considerou relevante e essencial.

2) Tenha um bloco de notas

Não basta para um estudante grifar trechos de seus livros, ele precisa fazer anotações específicas, mapas mentais, classificar e organizar o conteúdo estudado. Na escrita não é diferente.

Mesmo fazendo muitas das anotações em arquivos digitais, eu ainda mantenho o hábito de rascunhar esquemas em cadernos. Separo por assunto: descrições de ambientes, descrições de personagens, metáforas… Isso é importantíssimo principalmente no início da carreira de um escritor. Vai te ajudar a sedimentar o conhecimento.

Com o tempo suas anotações passam a ser mais sobre sua história do que sobre o texto que você estudou de terceiros. De qualquer maneira, você jamais deve abrir mão de um bloco de notas, digital ou físico, no decorrer da sua vida literária.

3) Planeje antes de começar a escrever

Isso é uma regra para vida. O tempo de planejamento geralmente tem que ser 80% e o tempo de execução, 20%. Se você não gostou da minha proporção, tudo bem. Mas pelo menos gaste mais tempo planejando. Isso é regra.

Quanto mais bem planejada estiver sua história (caracterização de personagens, enredo, tempo e espaço da narrativa), mais rápido provavelmente você conseguirá terminar seu texto. O planejamento vai lhe poupar tempo e também vai ajudá-lo a não ter um branco criativo.

Preciso dizer que sua história dificilmente sairá 100% da maneira como você planejou. Ótimo! Isto é um bom sinal. Significa que durante o furor da escrita seus personagens ganharam vida própria e, por isso, seguirão caminhos não planejados.

Se você quer mais uma dica sensacional para melhorar sua escrita, assista o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *