Como escrever as primeiras linhas da sua história

Tempo de leitura: 2 minutos

Buscando aprimorar minha escrita, peguei vários livros clássicos de autores diferentes e analisei o primeiro capítulo de todos eles, num processo que eu chamo de “engenharia reversa”. Meu objetivo era tentar entender como tais escritores pensavam ao escrever suas histórias.

Notei que mesmo sendo de autores de países e épocas tão diferentes todos eles mantinham alguns traços em comum. Perceba as primeiras linhas de alguns livros analisados:

Peter Pan -“Todas as crianças crescem, menos uma.”

Crônicas de Narnia -“Era uma vez duas meninas e dois meninos: Susana, Lúcia, Pedro e Edmundo.”

Macunaíma -“No fundo do mato virgem nasceu Macunaíma, herói de nossa gente.”

O Hobbit -“Numa toca no chão vivia um hobbit.”

E o vento levou -“Scarlett O’Hara não era linda, mas os homens raramente se davam conta disso, enredados pelo seu encanto, como era o caso dos irmãos Tarleton.”

O mágico de Oz -“Dorothy vivia nas grandes pradarias do Kansas com o tio Henry, que cuidava de uma fazenda, e a tia Emma, esposa dele.”

Se você perceber bem, todos estes livros possuem 2 características em comum no primeiro capítulo, muitos deles geralmente nas primeiras linhas da história. Os escritores fazem a apresentação do protagonista e da questão dramática.

Peter Pan é um garoto que não cresce. Macunaíma é herói. Scarlet sedutora. Os irmãos Pevensy são citados de início, assim também como o hobbit.

Isso é importantíssimo ao se escrever uma história porque a leitura de um livro é como uma conversa. Nós escritores estamos falando com o leitor. E para uma conversa não se tornar enfadonha para o ouvinte, ele precisa saber sobre quem estamos falando e o que estamos falando sobre tal pessoa.

Isso não significa que você seja obrigado a começar dessa forma seu texto, mas é uma boa dica. Nos ajuda até mesmo a iniciar uma história, quando não sabemos por onde começá-la: apresente seu protagonista e dê pistas para seu leitor sobre o que se trata a história que você vai contar sobre ele.Espero que tenham gostado da dica. Podem ouvir um pouco mais sobre este assunto no vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *